Estação Caipira

Musical “Estação Caipira” estreia domingo (20) no Espaço Villa Rica, Paraná

Estreia neste domingo (20 de Março), às 17h, o filme musical “Estação Caipira”, no Espaço Villa Rica, localizado na Rua Piauí, 211. Serão disponibilizados 400 ingressos para o lançamento, que possui classificação livre e entrada franca. A retirada dos ingressos será por ordem de chegada. E a partir de segunda-feira (21), o filme ficará disponível no canal do Museu Histórico de Londrina no YouTube.

A obra audiovisual é uma realização do Grupo Intermezzo, com a produção da PÁ! Artística, roteiro e direção de Luis Henrique Mioto. Teve ainda patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo a Cultura de Londrina (Promic).

O projeto teve início em fevereiro de 2020, porém, após um mês de atividades, teve que ser repensado por conta da pandemia. O produto cultural que surgiu foi pensado na valorização e no resgate da cultura caipira, por meio das manifestações artísticas da música e do audiovisual, resultando em um média metragem de 53 minutos.

De acordo com o produtor da Pá Artística, Alvaro Canholi, Londrina é uma das poucas cidades que tem sua lei municipal de incentivo à cultura. “O Promic trouxe a possibilidade de resgatar e valorizar a cultura caipira com a criação deste média metragem, o que trará ganho para todo o público em questão de informação e experiência” destacou.

As filmagens do Estação Caipira foram feitas entre outubro e novembro de 2021, no Museu Histórico de Londrina. No elenco, participam músicos integrantes do grupo Coletivo Intermezzo e outros atores profissionais convidados.

Para a coordenadora do grupo Intermezzo, Hylea Ferraz, trabalhar com o repertório de música caipira vem de um desejo antigo. “E conseguimos realizar esse repertório nas gravações do filme, que ficou maravilhoso. Para nós, músicos, foi muito interessante, pois, mesmo acostumados com o palco, nesse filme estávamos como atores, o que foi uma experiência nova e incrível”, ressaltou.

O filme Estação Caipira faz parte do “Circuito Cine-Musical: a Cultura Caipira em Som e Imagem nos Distritos de Londrina”. O projeto surgiu para o resgate da cultura caipira, e está presente nas comunidades distritais da Warta, Maravilha, São Luiz e Espírito Santo.

A história se desenrola durante uma noite fria de Londrina, na década de 1960, em uma estação de trem. A narrativa foca em dois casais caipiras, Angelino e Maria, Neisinho e Dercília, que se conhecem ao passar a madrugada na estação. Conforme a história se desenrola, é intermediada por músicas caipiras famosas, como a Tristeza do Jeca, Moreninha Linda, Beijinho Doce, A Dor da Saudade e Chuá Chuá.

Segundo o roteirista e diretor, Luiz Henrique Mioto, as narrativas que se desenvolvem no filme trazem muito do humor. “Há piadas espertas e causos engraçados típicos da cultura caipira, até mesmo causos de terror. O filme ficou muito poético, lírico e marcante, principalmente pela simplicidade e doçura que a cultura caipira tem”, frisou.

Elenco:

Celinho – Angelino / Viola caipira

Tânia Vaz – Maria / Voz e Arranjos

Thais Regina – Dercília / Voz

Bruno Bazé – Neisinho / Voz

Débora Almeida – Moça de vestido / Flauta

Hylea Ferraz – Senhora de cabelos brancos / Voz

Lucas Fiuza – Carregador / Violão

Miguel Santos – Sanfoneiro

Liliam Hasuda – Jogadora de truco / Violoncelo

Múcio Lobato – Jogador de truco / Violino

Álvaro Canholi – Homem de paletó e Bilheteiro

Devas Girotto – Projecionista

Adriano Gouvella – Homem estranho.

Texto: Marcelo Cordero, sob a supervisão do Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina

Related Posts